OBJETIVO GERAL

EVANGELIZAR no Brasil cada vez mais urbano,
pelo anúncio da Palavra de Deus,
formando discípulos e discípulas de Jesus Cristo,
em comunidades eclesiais missionárias,
à luz da evangélica opção preferencial pelos pobres,
cuidando da Casa Comum e testemunhando o Reino de Deus rumo à plenitude.

APRESENTAÇÃO

“Chamou os que ele mesmo quis… Para estarem com ele… E para enviá-los a anunciar…” (Mc 3, 13-15)

É nossa vocação anunciar a Palavra como missionários para promover a paz, superar a violência, construir pontes em lugar de muros, oferecer a misericórdia de Jesus e reacender a luz da esperança para vencer o desânimo e as indiferenças;
O mundo espera de nós o testemunho da fraternidade e da solidariedade pela evangélica opção preferencial pelos pobres, contribuindo na construção da sociedade sobre os valores do Evangelho;
A Igreja se volta ao seu Senhor para compreender a realidade e discernir caminhos (Diretrizes Gerais); Ele se faz presente, caminha conosco;

Imagem da casa – Comunidades eclesiais missionárias: permitem ingresso (acolhimento) e saída (envio);
Dois eixos das Diretrizes: Comunidade e Missão;
Comunidades que não geram missionários são tristes expressões de esterilidade; missionários que não se fundamentam na vida em comunidade correm o risco de se tornar andarilhos solitários, sem referências existenciais para sua atuação.

  1. Jesus Cristo é o enviado do Pai para anunciar o Reino de Deus; Confirmados pelo Espírito, os apóstolos começaram a anunciar; Essa responsabilidade missionária chega a nós hoje.
  2. As DGAE constituem uma das expressões mais significativas da colegialidade da Igreja no Brasil.
  3. DGAE 2011-2015: DAp – Cinco Urgências;
    DGAE 2015-2019: DAp – Cinco urgências + Papa Francisco.
  4. DGAE 2019-2023: Estruturadas a partir da Comunidade Eclesial Missionária, apresentada com a imagem da ‘casa’.
  5. CASA: Criar lar, família – casas de comunhão: É criar laços de que constroem com gestos simples, diários e que todos podemos realizar.
  6. Proximidade relacional entre as pessoas. Necessidade da Igreja se fazer presente nos locais onde as pessoas vivem.
  7. Essa casa é a comunidade eclesial missionária: Portas abertas que acolhem e portas abertas para sair em missão. Comunidade e missão são como dois lados da mesma moeda: A comunidade eclesial autêntica é, necessariamente, missionária e toda missão se alicerça na vida de comunidade.
  8. A comunidade eclesial missionária é sustentada por quatro pilares: Palavra – Pão – Caridade – Ação Missionária.
  9. Trata-se de pôr a missão de Jesus no coração da Igreja.

Relação com as Urgências das DGAE anteriores:
*PALAVRA – Iniciação à Vida Cristã e Animação Bíblica;
*PÃO – Liturgia e espiritualidade;
*CARIDADE – Serviço à vida plena;
*AÇÃO MISSIONÁRIA – Estado permanente de missão.