‘A MISSIONARIEDADE NO MAGISTÉRIO DO PAPA FRANCISCO E OS JOVENS’ FOI O TEMA DO 3º ENCONTRO DE FORMAÇÃO DA MISSÃO JOVEM NA AMAZÔNIA

por Vívian Marler

PASCOM CNBB N2

Aconteceu na noite de hoje (29) o III Encontro de Formação, na forma virtual, do PROJETO MISSÃO JOVEM NA AMAZÔNIA com o tema ‘A Missionariedade no Magistério do Papa Francisco e os Jovens” com a assessoria de Pe. Pedro Facci, missionário do Pontifício Instituto das Missões – PIME, sob a mediação de Ir Geane Tiburcio, Missionária Serva da Caridade.

A formação foi trabalhada em cima do Evangelii Gaudium do Papa Francisco, onde Pe Pedro Facci apresentou a importância de ser missionário. “Missionário não tem fronteira, missão é o paradigma da Igreja para toda causa missionária. O jovem missionário tem que vivenciar cada momento desta missão”, disse padre Pedro ao se referir a experiência que cada jovem irá experimentar ao vivenciar as comunidades por onde passarão, desafiando sua espiritualidade.

Dentre as dicas e alertas, apresentadas por padre Pedro, estão a alegria e a motivação que o jovem não pode perder, sempre agindo como se não existisse Deus e nem os pobres. O jovem missionário não pode se abater “mesmo que o seu interior esteja triste, machucado, o missionário não pode deixar transparecer e nem deixar que roubem a esperança que existe dentro de cada um. É erguer os ânimos e seguir confiando. É sair de si mesmo para vivenciar o momento”, incentivou o missionário com mais de 43 anos de missão só no Brasil.

Na exortação CHISTUS VIVIT (Cristo Vive), também apresentada na formação, o Papa Francisco fala aos jovens sobre a missionariedade, onde é preciso levar Jesus no peito e não na lapela; que se deve levar Jesus a todos, a todas as periferias existenciais; que a missão não é fácil, mas que é necessário estar preparado para o martírio; que para evangelizar é preciso energia, ousadia e criatividade pois os Jovens são o agora de Deus, e que podem ser missionários, até aqueles que se sentem mais frágeis. Pois, a experiência missionária renova a fé dos jovens, que correm atraídos pelo rosto do amado na Eucaristia, indo ao encontro dos irmãos necessitados sempre impulsionados pelo Espírito Santo.

A jovem Maria Camila Moreira contou sobre sua experiencia na questão vocacional “tenho saudades de visitar comunidades, que devido as atividades diárias me afastaram. Mas acredito que o ser humano foi feito para o outro, que precisamos fazer mais, dar um pouco mais de nós para encontrar o outro, que muitas das vezes não está em nosso convívio”, disse a jovem da Diocese de Castanhal, que está animada com o evento.

Diante do depoimento de Maria Camila, padre Pedro contou que em toda Pastoral Juvenil o missionário juvenil sempre suscita na renovação da fé e nos projetos vocacionais e que acredita que no encontro em Macapá não será diferente.

Ao final da formação, Dom Antônio de Assis Ribeiro, bispo referencial para a juventude no Regional Norte 2 falou sobre a produção do evento e dos preparativos para os nove dias de encontro que além da juventude do Regional Norte 2 receberá missionários de São Paulo, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, dentre outros. E ainda deu spoiler sobre o kit que cada jovem missionário irá receber, e que está sendo confeccionando com muito carinho pelos parceiros da missão “Quem tem fé e já experimentou o amor de Deus, pode ser missionário! Somos discípulos missionários!”, disse Dom Antônio aos mais de 30 jovens na formação, que estarão dentre os 88 inscritos para participar da Missão que acontecerá em Macapá, no Amapá, no período de 9 a 17 de dezembro.

“A pastoral juvenil deve ser sempre uma pastoral missionária” (CV, 240)

Notícias

O JOVEM E A VIVÊNCIA DA QUARESMA NO SEU AMBIENTE PAROQUIAL

por Pe Demisson Batista/ Assessor do Setor Juventude Belém e Padre Referencial para a Pastoral Juvenil no Regional Norte 2foto: MaracomVocê pode se perguntar como um jovem pode viver a Quaresma em seu ambiente paroquial, e a resposta imediata é com a oração, a...

III FORUM DE MULHERES DO BAIXO AMAZONAS

por Pascom / Diocese de ÓbidosA Diocese de Óbidos, através da Associação Beneficente Emaús, convida a população em geral para participar do III – Fórum de Mulheres do Baixos amazonas que realizar-se-á no município de Óbidos nos dias 21 e 22 de março de 2024, na Boate...

“PRIORIZAR O PROCESSO DE INICIAÇÃO À VIDA CRISTÔ*

por Pascom Arquidiocese de BelémA Arquidiocese de Belém participa da 5ª edição do Congresso nacional para catequistas, conhecido como CATEQUISTAS BRASIL. É o 5º ano consecutivo que os catequistas de Belém marcam presença no congresso e, dessa vez, como a maior...

Pasconeiros da Arquidiocese de Belém recebem envio

por Pascom CNBBN2A Pastoral da Comunicação da Arquidiocese de Belém realizou na última quarta-feira (24), memória litúrgica de São Francisco de Sales, a abertura de suas atividades e serviço pastoral à Igreja com uma Santa Missa presidida pelo Arcebispo Metropolitano...

FORMAÇÃO O DIÁCONO PERMANENTE: IDENTIDADE E RESPONSABILIDADE MISSIONÁRIA

O Centro Cultural Missionário (CCM), a Comissão Episcopal Pastoral para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada da CNBB, as Pontifícias Obras Missionárias (POM) e a Comissão Nacional de Diáconos Permanentes promovem entre os dias 4 e 8 de março de 2024, o encontro de formação para diáconos permanentes e para aqueles que estão no processo de formação para o diaconato