PELA VIDA DAS COMPANHEIRAS

por Coordenação Pastoral da Juventude / Regional Norte 2.
foto Pastoral da Juventude / Regional Norte 2

A Pastoral da Juventude do Regional Norte 2 (Pará e Amapá) entre os dias 17 a 19 de maio de 2024 no Centro Manarijó e na Paróquia Nossa Senhora da Luz, na cidade de Portel, Prelazia do Marajó, realizou a sua 1ª Conferência Regional de Enfrentamento aos Ciclos de Violência Contra as Mulheres que teve como tema: “Fazei ressoar as vozes das lutas e resistências das companheiras”, e como iluminação bíblica: “Pois o senhor entregará sísera nas mãos de uma mulher” (Jz 4,9).

O público presente, 100 pessoas, participaram de uma rica programação que contou com oficinas que teve como temas o empoderamento, espiritualidade e empreendedorismo feminino, rodas de conversas sobre a presença das mulheres na agricultura familiar e ciência, e mesas redondas que trataram temas fortes sobre a vida, trabalho e resistências diárias dessas mulheres
no regional.

O evento contou com a participação da Secretária Nacional da Pastoral da Juventude, Wanessa Freire e da Assessora Nacional da Pastoral da Juventude, Rosilene Rocha. Logo no primeiro dia, sexta feira (17/05), ambas as companheiras participaram da mesa de abertura da 1a conferência e falaram da importância de se realizar um evento voltado para a defesa da vida das companheiras, sobretudo, no chão marajoara, que outrora nunca recebera um evento a nível regional por conta de todos os desafios logísticos. Ressaltaram ainda a igualdade de direitos entre homens e mulheres em todos os espaços da sociedade, devendo o assunto ser abordado sobretudo nos grupos de base da PJ. Elas fizeram um balanço sobre a campanha a nível nacional e mencionaram que nem todos os regionais conseguiram executar tal campanha como se deveria. Uma das perguntas que ficou ressoando nas falas de Wanessa e Rosilene foi “Como fazer ressoar as vozes ouvida na conferência até as demais dioceses/prelazias que não puderam
participar para que de fato a mesma consiga produzir os efeitos desejados? Posteriormente, realizou-se a missa de abertura com a apresentação das dioceses participantes e logo em seguida ocorreu um jantar.

O segundo dia, sábado (18/05), iniciou com o ofício divino da juventude seguido do café da manhã. O destaque para a manhã do sábado se deu pela mesa parceira que contou com a participação de Val Martelis (Observatório do Marajó), Ediele (Cáritas Brasileira) e Irmã Lu (Congregação das Irmãs de Notre Dame). Ediele mencionou sobre a violência obstétrica que assola as mães sem poder ter um futuro com vossos filhos, sobretudo na realidade marajoara.

Essa violência acaba violando os direitos das mulheres. Ela ainda mencionou sobre as dificuldades das meninas de acessarem os estudos por vários fatores, entre eles a gravidez precoce e a questão geográfica. Irmã Lu falou sobre corpo e território e dimensionou sobre as dificuldades do que é ser mulher pelas mais diversas características que as compõem sobretudo em uma sociedade totalmente machista. A Val também seguiu no diálogo sobre uma sociedade que é machista e o desafio de ser mulher também perpassa sobre as violências de gêneros que se manifesta em atitudes como por exemplo desigualdade de salários entre a mulher e o homem, ainda mais quando esta é uma mulher preta. Para ela a sexualidade é um fator que ainda é bastante importante porque é nessa temática que ainda se tem um grande tabu da sociedade e ela acaba tornando-se promissora da propagação da violência que mata e oprime. A val menciou que a mulher precisa ser bem representada pelas secretarias das mulheres, órgãos públicos voltadas para elas para que elas possam não só serem protegidas, mas sobretudo representadas nos diversos espaços.

Pela tarde do sábado, ocorreu a mesa redonda com a participação de Fabiane Nascimento (Comissão de Justiça e Paz), Wanessa Freire (Secretária Nacional da Pastoral da Juventude) e Rosilene Rocha (Assessora Nacional da Pastoral da Juventude). Iniciando a fala, Fabiane falou sobre o tráfico de pessoas e mencionou as algumas características sobre esse tipo de violência que está presente em todo mundo, sobretudo na região norte. Ela trouxe números alarmantes sobre a exploração sexual como produto do tráfico de pessoas. Fabiane trouxe quais medidas devem serem adotadas para combater o tráfico de pessoas a partir de medidas de denúncias e prevenção. Rosilene falou sobre a espiritualidade libertadora feminina e exemplificou que a PJ incorpora essa temática em sua proposta pastoral no dia a dia, grupos de bases, etc… “O Deus que mora em mim é o mesmo que mora em você”. Ela falou que essa é proposta do Reino de Deus, incorporado no Jesus, aquele que dá vida, o filho do carpinteiro. Mencionou que as mulheres devem e podem estarem em todos os lugares e devem terem os seus direitos, que foram conquistados, executados e preservados por políticas públicas.

No último dia, domingo (19/05), pela manhã, houve a missa de encerramento da 1a conferência com a presença dos jovens participantes e um momento de construção de uma proposta para um ato de compromisso sobre a conferência a luz do que foi vivido durante os três dias de evento. A decisão será um lançamento de uma carta compromisso e a criação do grupo de
trabalho da campanha para que os frutos que foram gerados sejam mais explorados e executados a partir deste GT.

Essa conferência só foi possível por conta de várias parcerias que a PJ Norte 2 teve, podendo mencionar a Cáritas Brasileira, Observatório do Marajó, Comissão de Justiça e Paz, Pastoral da Juventude Nacional, Congregação das Irmãs de Notre Dame, Prelazia do Marajó e Paróquia Nossa Senhora da Luz. Por este motivo, os nossos agradecimentos vão à todos/as eles/as que ajudaram e participaram bem como aqueles/as que ajudaram indiretamente mas que de alguma forma contribuíram para que ocorresse a 1a conferência. Por esse motivo, a PJ Norte 2 lança os seus agradecimentos a cada um e cada uma. Façamos ressoar as vozes das lutas e resistências de nossas companheiras.

Notícias

113ª REUNIÃO DO CONSELHO PERMANENTE DA CNBB FINALIZOU NESTA QUINTA-FEIRA

por Vívian Marler / Comunicação Regional Norte 2 com informações e fotos da Comunicação CNBB Finalizou hoje (20), em Brasília (DF), a 113ª reunião do Conselho Permanente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), que refletiu ao longo de três dias assuntos...

DIOCESE DE MARABÁ REALIZA CONGRESSO DIOCESANO DO APOSTOLADO DA ORAÇÃO

  por Vívian Marler / Comunicação Regional Norte 2 com informações da Pascom / Diocese de Marabá A Diocese de Marabá realizou, no domingo (16), o ‘XXII Congresso do Apostolado da Oração’ na Paróquia Nossa Senhora da Imaculada Conceição, na cidade de Canaã dos...

DIOCESE DE CAMETÁ REALIZA ENCONTRO DIOCESANO DA PASTORAL DO DÍZIMO

por Claudio Henrique da Cruz / Pastoral do Dízimo na Diocese de Cametá A Diocese de Cametá realizou nos dias 14 e 15 passado, no Centro de Formação São Vicente de Paulo, em Cametá (PA) o “Encontro Diocesano da Pastoral do Dízimo”, com o tema ‘Reflexões sobre o...

DIOCESE DE XINGU ALTAMIRA ENCERROU OS FESTEJOS DO SEU PADROEIRO

por PASCOM / Diocese de Xingu Altamira A Festividade do Sagrado Coração de Jesus, padroeiro da matriz da Diocese de Xingu Altamira, encerrou no domingo (9) com adoração ao Santíssimo Sacramento, seguida de procissão que saiu da Igreja Nossa Senhora de Nazaré,...