REPRESENTANTE DA DIOCESE DE CASTANHAL É UMA DAS 19 CATEQUISTAS QUE RECEBEU O MINISTÉRIO DA CATEQUESE DURANTE A 61ª AG CNBB

por Vívian Marler /  Comunicação CNBB Regional Norte 2

O quarto dia da 61ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (AG CNBB), teve início às 7h, com a Missa de Abertura com Laudes no Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida (SP). Presidida pelo arcebispo de Santa Maria, presidente da Comissão Episcopal Bíblico-Catequética da CNBB, Dom Leomar Brustolin, a celebração foi revestida de um caráter especial por ser a primeira missa no Brasil na qual foram instituídos no ministério 19 catequistas representando todos os regionais da CNBB.

A celebração deste sábado foi fruto de um processo desenvolvido desde a publicação pelo Papa Francisco do Motu Próprio Antiquum Ministerium, em 2021.

Os catequistas que foram instituídos neste sábado representaram uma diversidade de culturas, experiências religiosas e vivências na transmissão da fé. Representando o Regional Norte 2 esteve presente Maria Izabel Tavares de Lima Costa, da diocese de Castanhal (PA), acompanhada dos representantes do Regional Norte 1 – Deolinda Melquior da Silva, da diocese de Roraima (RR). Regional Norte 3 – Pollyenne Sobrinho Rosa de Farias, da diocese de Miracema do Tocantins (TO), Regional Noroeste – Marlene Gissela Müller, da arquidiocese de Porto Velho (RO), Regional Nordeste 1 – Efigênia Alves da Costa, da diocese de Tianguá (CE), Regional Nordeste 2 – Marivone Pereira Martins, da diocese de Campina Grande (PB), Regional Nordeste 3 – Flávio Souza dos Santos, da diocese de Eunápolis (BA), Regional Nordeste 4 – Rossana Maria Ferreira dos Santos, da diocese de Oeiras (PI), Regional Nordeste 5 – Cleiane Nascimento Almeida, da diocese de Imperatriz (MA), Regional Leste 1 – Maria Cristina Drumond Bagno, da arquidiocese de Niterói (RJ), Regional Leste 2 – Sueli de Fátima da Silva, da arquidiocese de Mariana (MG), Regional Leste 3 – Maria de Lourdes Fiorido, da diocese de Cachoeiro de Itapemirim (ES), Regional Centro-Oeste – Anamar Ferreira Arrais Silva, da diocese de Goiás (GO), Regional Oeste 1 – Geronima Barbosa Marangoni, da arquidiocese de Campo Grande (MS), Regional Oeste 2 – Sirlei Maria Cichelero, da diocese de Sinop (MT), Regional Sul 1 – Maria Aparecida de Jesus Ventura, da arquidiocese de Aparecida (SP), Regional Sul 2 – Maria Lúcia Pagliari Maciel, da diocese de Umuarama (PR), Regional Sul 3 – Marlene Faleiro, da diocese de Santo Ângelo (RS), Regional Sul 4 – Regiane Dutra Freire, da diocese de Caçador (SC). Outros três catequistas brasileiros já receberam o ministério em celebração pelo Papa Francisco, em Roma no ano de 2022.

Para Izabel Costa, ser admitida ao Ministério de Catequista foi confirmar o seu sim “sou grata a Deus e tenho gratidão a todos que me edificam na fé, em especial a todo o Regional Norte 2.  Aos nossos catequistas, bispos, sacerdotes, religiosos e religiosas que anunciam e acompanham o povo de Deus no caminho de iniciação à vida cristã nos caminhos da querida Amazônia. Cristo aponta para a Amazônia, é onde nós estamos vivendo as esperanças e os desafios de viver estes novos tempos que exigem de nós passos firmes e corajosos para uma nova evangelização. Sou muito, muito feliz por ser catequista e de confirmar o meu sim”, contou emocionada a representante do Regional Norte 2, ao final da celebração.

 

Abaixo a homilia de Arcebispo de Santa Maria, presidente da Comissão Episcopal Bíblico-Catequética da CNBB, Dom Leomar Brustolin, na íntegra.

Escutamos a Palavra de Deus que ecoa nesse período Pascal, tempo próprio da Mistagogia para os catecúmenos. Para catequisar, isto é, fazer Ecoar a Palavra nós contemplamos nos Atos dos Apóstolos, como na comunidade cristã primitiva enfrentou o problema de ajuda as viúvas de ajuda de língua grega. Uma questão concreta que exigiu uma intervenção evolutiva, a escolha dos sete primeiros diáconos, ocorre em um quadro de sucesso da difusão da Palavra de Deus e a consolidação da comunidade cristã entre os judeus.

Novos Ministérios surgem igualmente para atender melhor as necessidades atuais. A instituição do Ministério do Catequista, desperta em nós a urgência de fortalecer o anuncio da Palavra de Deus e o devido acompanhamento das pessoas na comunidade cristã. Anuncio e acompanhamento que na Evangelium Gaudium o Papa Francisco nos fala de uma catequese querigmática (anúncio) e mistagógiga (que acompanha) que conduz ao mistério.

Diferente da escolha dos diáconos a instituição de catequistas hoje exige um maior número e um grande empenho para se dedicar justamente a Palavra de Deus que precisa ser difundida co um novo vigor entre nós.

Não podemos dar nada como pressuposto, é tempo de evangelizar, quantos romeiros que estão aqui não trazem aos pés de Nossa Senhora uma preocupação como transmitir a Fé para seu filho e para seu neto?  Como garantir que aquilo que recebemos de nosso pais não seja interrompido, mas seja continuado para que todos possam beber desta fonte a qual todos nós bebemos que é a nossa Fé em cristo.

Mas é o mesmo Espírito Santo que conduziu a Igreja na escolha dos diáconos, e hoje como doador dos dons escolhe novos servidores para a sua Igreja, para os catequistas e para todos nós, ressoa a voz de Jesus no Evangelho de hoje ‘Sou eu, não tenham medo’, meditemos brevemente esta Palavra.

A travessia do mar da Galileia representa a passagem do mar vermelho, é um símbolo da Páscoa. A vida de cada um de nós deve ser uma Páscoa – passagem da escravidão do pecado para a liberdade dos filhos de Deus. Para fazer a travessia estamos todos juntos em um barco, e esse barco é a Igreja, às vezes, porém, todos nós, no mar da vida tudo fica escuro, as águas de agitam e o vento sopra forte, até parece que o Senhor está ausente.

No relato que ouvimos, os discípulos se encontravam no centro do lago, na escuridão, e em uma situação difícil, estavam muito longe da margem para voltar e distantes para chegar ao destino. Quem pode dizer que nunca experimentou essas sensações em sua vida.

Dante Alighieri disse assim em a Divina Comédia ‘no meio do caminho da vida, encontrei-me em uma floresta escura porque o caminho reto se perdeu. Contudo, Jesus nunca nos abandona. Os discípulos o veem caminhando sobre as águas e aproximando-se. Ele pode andar sobre as águas porque ele tem domínio perfeito sobre o caos e a morte, sobre a vida e todos os seus perigos. ‘Não tenham medo, sou eu, não tenham medo, sou eu’.

Este eu sou de Jesus é o nome pelo qual se revelou a Moisés. Jesus revela a sua identidade. Trata-se do que falamos sobre epifania, isto é o mistério que se revela. ‘Eu sou Jesus, eu sou a plenitude do ser, ou o começo e o fim. Eu conduzo a história. Não tenham medo, confiem em mim’.

Reconhecer Jesus como Deus e não ter medo, são verdades que devem ser anunciadas e conhecidas, eis a missão da catequese.

Para esse grande grupo de romeiros que aqui estão eu só repito esta frase que ninguém saia desta basílica hoje, você que está em casa também, sem refletir sobre isso, não tenham medo, não tenham medo. Se Deus é por nós, se Deus é por nós, não tenham medo.

Por isso nessa celebração nós temos a alegria de contar com dezenove catequistas que representam os dezenove regionais da CNBB, catequistas que foram chamadas, chamados pelo senhor para evangelizar, cada um e cada uma recorda o primeiro chamado, o primeiro amor que lhe aqueceu o coração e venceu o medo para iniciar a missão.

A comunidade foi reconhecendo seu apostolado e os anos foram nos configurando cada vez mais ao mestre e então na linha do concilio vaticano segundo o papa Francisco publicou um auto próprio antiquum ministerium em maio de 2021 e instituiu o ministério do catequista, com um rito recentemente aprovado pela santa sé para o brasil a CNBB neste dia propõe esta celebração importante, os primeiros catequistas que são instituídos, são os primeiros de muitos, todos são reconhecidos pelas suas comunidades, pelos seus bispos, cada catequista tem aqui o seu bispo que também vai fazer parte deste momento do rito.

E são reconhecidos também pela sua igreja local, pela sua diocese onde estão, como diáconos escolhidos são instituídos para servir não é prestigio nem honra em primeiro lugar, mas é serviço e compromisso com o senhor e sua igreja, ser ministro significa colocar sempre o outro em primeiro lugar, um servo, um ministro jamais se coloca no centro pois sua tarefa sempre é servir.

Irmãos e irmãs nesta celebração temos catequistas oriundos de todo o brasil, alguns, algumas tem mais de 30 anos de missão, trinta anos de catequistas, outros, outra atuam em comunidades indígenas, outros se esmeram na formação de catequistas, a quem se dedique a pessoas com deficiência, a quem se ocupe da catequese com adultos e aqueles também que estão entre jovens, adolescentes e crianças e há também os catequistas de batismo e matrimonio.

Muitos dons e carismas em diversos contextos revelam a beleza da missão de nossa igreja nesse território imenso da querida Amazônia até o rio grande do sul somos marcados pelo desejo de anunciar jesus nessa terra de santa cruz.

Concluindo, me dirijo agora a você que vai receber o ministério, recordo aonde você está, no santuário nacional de nossa senhora aparecida, com quem você está, com toda a comunidade mas com todo o episcopado brasileiro e eu tenho certeza que vou dizer uma palavra aos catequistas que cada bispo que está aqui gostaria de dizer, nós temos uma palavra para você e para todos os catequistas os quais você representa, gratidão, muito obrigado.

Recebam todos o nosso reconhecimento, o que seria da nossa igreja sem a vossa missão, continuem incansáveis, vocês tem um dom, vocês não se cansam, apesar do tempo frio, da escuridão e do vento que as vezes sopra, continue dizendo como maria, como Nossa Senhora, sim ao Pai e hoje eu convido você a rezar pela pessoa que lhe convidou para ser catequista, não esqueça dessa pessoa recorde também a sua família. Todos aqueles que você tem no coração nessa hora, mas tenha bem presente o lugar principal de tudo isso a comunidade de onde você vem, lá está sua raiz, a dDiocese, a Igreja que você representa e todo o Regional, eu sei que é muita gente que está sendo representada pela sua pessoa por isso é uma grande alegria.

Nesta casa da mãe aparecida revigore toda a sua vida e vocação e assim como a mãe de Jesus escute a sua voz, escute a voz de Jesus dizer, não tenham medo, sou eu, vamos repetir, não tenham medo, sou eu”.

Cobertura fotográrica da celebração, pode ser encontrada no instagram do Regional Norte 2 @cnbbn2 (clique aqui e curta)

 

#eurezopelaassembleiadosbispos

Clique nos títulos abaixo para ler na íntegra a matéria:

12/04 CATEQUISTA DA DIOCESE DE CASTANHAL REPRESENTARÁ O REGIONAL NORTE 2 NA CERIMÕNIA DE INISTITUIÇÃO DO MINISTÉRIO DE CATEQUISTAS

10/04 EVANGELIZAÇÃO FOI UM DOS TEMAS APRESENTADOS DURANTE A COLETIVA DE IMPRENSA DO PRIMEIRO DIA DA 61ª AG CNBB

10/04 DOM JAIME SPENGLER DÁ INÍCIO A SESSÃO DE ABERTURA DA 61ª AG CNBB

08/04 SECRETÁRIO-GERAL CONVIDA PARA O DIA DE ORAÇÃO PELA 61ª ASSEMBLEIA GERAL DA CNBB

 

Notícias

DIOCESE DE ABAETETUBA DIVULGA SUA PROGRAMAÇÃO DO DIA DE CORPUS CHRISTI

por Pascom / Diocese de Abaetetuba Na quinta-feira, dia 30 de maio, a cidade de Abaetetuba se encherá de fé e devoção para celebrar Corpus Christi, o mistério da Eucaristia, o corpo e o sangue de Cristo presente entre nós. Momento de profunda adoração e gratidão, onde...

PELA VIDA DAS COMPANHEIRAS

por Coordenação Pastoral da Juventude / Regional Norte 2.foto Pastoral da Juventude / Regional Norte 2A Pastoral da Juventude do Regional Norte 2 (Pará e Amapá) entre os dias 17 a 19 de maio de 2024 no Centro Manarijó e na Paróquia Nossa Senhora da Luz, na cidade de...

NOVOS RUMOS DA PASTORAL DO MENOR

por Vívian Marler / Comunicação Regional Norte 2A Arquidiocese de Santarém realizou ao final da tarde de ontem, dia 20, no auditório principal da Catedral Nossa Senhora da Conceição, uma reunião para tratar sobre os novos rumos da Pastoral do Menor – PAMEM. A reunião...

ENCONTRO VOCACIONAL REÚNE MAIS DE 50 JOVENS EM BRAGANÇA

por Matheus Felipe /  Pascom Diocese de BragançaAconteceu no último final de semana (17 a 19) no Centro Pastoral Guadalupe – EFAC, em Bragança, o primeiro ‘Encontro Vocacional de 2024 da Diocese de Bragança do Pará’ e contou com a presença de 57 jovens de diversas...

PENTECOSTES: ARQUIDIOCESE DE SANTARÉM REALIZA DIVERSAS CELEBRAÇÕES

por Pascom / Arquidiocese de SantarémNo próximo domingo, 19 de maio, a Igreja festeja a solenidade de Pentecostes, que é a descida do Espírito Santo sobre os Apóstolos de Jesus Cristo em Jerusalém. Na Arquidiocese de Santarém as programações em nível de região...